quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Books from Bienal: Asylum

Hello!



Se você quer ler este post em português, por favor clique aqui.

I started reading this booklet at the end of 2015, before eurotrip, and just finished now because my priority list took another turn (wich means that I decided to read another book before it: p) It was a fine book. Caught my interest with that line of "mysterious mystery" in which the reader knows nothing from beginning to the almost end. Every time it seems that something important has been revealed ... simply appears another inexplicable thing and we returned to the "know nothing" status xD The story is quite simple which provides a very quick read. At the same time, I think to much predictable the dialogues and the development of the story. I admit that i was not expecting the way it ended. I dont know... it just didnt feel like an end... I dont know if its my moment of life or something but I just did not like the lack of explanations to all the misterys. And its not a problem of that mistery book - aparently all of mystery books that i have read recently are enormous, a lot of crazy things happening and nothing being explain. All that expectation that in the end everything will be clear. But dont. Suddenly, its the end of the book. The protagonist says "eureka", give a crap explanation taken from nowhere and its it.  

And the awful truth is that i always think that i must have missed something before. Than, i came back some pages, read all again, to discorver that: yeah, it was only that. 

Cant understand HOW people sell books (i said bookS) with that kind of.... disengagement with the lector and even with the story. (ok, i finished complaining about that...i know i'm getting boring)
Besides that little things i told, I still recommend the book for those who like some mistery and do not bother with teenage theme backgrounds.

That's all folks!
See ya!

Livros da Bienal: Asylum

Olá!

If you want to read this post in english, please click here

Comecei a ler esse livrinho no fim de 2015 antes da eurotrip e só terminei agora pq q lista de prioridades tomou outro rumo (vulgo, resolvi ler outro livro antes :p )

Esse livro é bonzinho. Captou meu interesse com aquela linha de "mistério misterioso" em que o leitor não sabe nada do início até o quase fim e toda vez que parece que algo importante foi revelado....surge mais alguma coisa inexplicável e ninguém sabe mais nada xD

A narração é bem simples o que proporciona uma leitura muito rápida. Ao mesmo tempo acho os diálogos bem previsíveis e até o desenvolver da história acabou sendo um pouquinho clichê.

O que eu não gostei foi a sensação de falta de explicações. Na verdade anda acontecendo isso diretoooo! A maior parte dos livros de mistério enrolam mil páginas e subtamente acaba com uma solução/explicação mal feita ou que brota do nada. Ninguém discute o que aconteceu e vc fica, no mínimo, com a sensação de que comeu mosca ou algo assim.

O chato é que eu não gosto desse feeling. Ae eu volto para ler de novo para verificar se eu realmente perdi algo ou se realmente a história ficou corrida/jogada eee... Normalmente tem sido a segunda opção. Não entendooo pq esses finais assim...corridos ou jogados.

No mais, eu recomendo o livro para aqueles que gostam de um misteriozinho e não se incomodam com a temática adolescente. :)

Até!

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Books: Career of evil



Hello! 

Se você deseja ler este post em português, por favor clique aqui

First book I read in 2016 and I have to admit that we are starting well this year!

The book "Career of Evil", to be published in Brazil in April with the name "Vocação para o mal," is the third book of the Cormoran Strike series, which is signed by Robert Galbraith, JK Rowling pseudonym, famous author by Harry Potter series and the book The Casual Vacancy. 

The first book in the series is "The Cuckoo's Calling" and the second is "The silkworm" (Silkworm) - I have a post that i comment Silworm and if you want to read click here.

For those who are unaware of the series, the stories take place in London and is to focus in the private investigator and the cases that the local police can not solve.

In fact, Cormoran Strike is an "anti hero", since he lost his leg while working at the police and his business is about to bankruptcy. Everything changes when Robin Elacott is sent, by mistake, to work in his office and and helps him to solve the cases.

The mysteries are ALWAYS violent, using "bad language" and have some background discussions of controversial issues. I love this combination because it gives the sensation of reality - the story is fictitious but could quietly be real!

About the story: the narrative begins with an unexpected delivery to private detective Cormoran Strike office. A package containing a severed leg was forwarded to Robin. There sender and the delivery man was wearing a helmet.
    Not only that the scare, several questions bubble "who" and "why" someone have sent a severed leg to Robin.
   The police are investigating, newspapers are on top of the office, customers begin to fade suspicious of the situation disclosed and professional relationship between Cormoran and Robin is being tested. The personal lives of the characters this one caus.
    To find out how the story ends just reading the book ^^ hehe

What's better: The narrative of this book has changed from previous books - and I think it was for the best. In fact, I think this was the best book in the series and, considering I really enjoyed all the books, this kind of statement means a lot.
     The reason to consider it the best of them is related to the increased focus that is given to personal matters about Cormoran as Robin. There is much talk about what they lived in the past - because the case that they investigate in the book involves both of them- and also about the problems they are living nowadays.
     I think that change approach the reader since we know about the feelings and thoughts of the characters in the various adverse circumstances that take place throughout history. This involved me a lot more in the story 'cause, was not only for justice (seeking to punish the offender) but there was also the will of the characters solve their problems and be happy - here the reader feel as if were friend of the characters xD 

The mistery case: it was very interesting the development of the case and I admit that I was repeatedly questioned about what would be the outcome and how to get out of the alleys that research ends up stagnating. The frustration of the characters turned my frustration hahahhaha
      It was a amazing job making that situation in the book. All the information was provided to make IMPOSSIBLE identify the killer - all the tracks let you feel confused. 

What I did not liked: Mystery solution was VERY a la "mysteries Scooby Doo" - in which Velma sprang from nothing to the resolution of the case. I felt i little bit fustrated because i only understood what happened when i returned to previous pages and read it all again. 
      Since i dont want to spoiler, I will not develop it but I can not help but make the criticism that could have been a better way to make the reader know how Cormoran did to get in case solved. The way it was, everything got a little loose. I cannot conect his discovered to anything that happened in that moment of the story. 

Well, that's it. 

If you have not read the previous books in the series but was in the mood to read this one, it's possible since the cases are independent. Although, to a full comprehension of the story i recommend that you read the book in publish order.

To concluded this post, I strongly RECOMMENDED that book and Cormoran Strike series for those who love a murder mystery! (i little bloody, hein xD) 


Thats all folks! 
See ya!

Livro: Vocação para o mal (Career of evil)

Olá!

If you want to read this post in English, please click here.

Primeiro livro que terminei de ler no ano novo e tenho que admitir que estamos começando bem 2016.

O livro "Career of evil", que será publicado no Brasil em Abril com o nome "Vocação para o mal", é o terceiro livro da série Cormoran Strike, que é assinado por Robert Galbraith, pseudônimo de J.K.Rowling, autora famosa pela série de livros Harry Potter e o livro Morte Súbita.

Os primeiros livros da série são: " O chamado cuco" (The Cuckoo's Calling) e "O bicho da seda" (Silkworm) - este último eu fiz a crítica aqui, se você quiser ler clique aqui.  

Para aqueles que desconhecem a série, as histórias se passam em Londres e tem por foco a atuação do detetive particular em casos que a policia local não consegue resolver.

Em verdade, o Cormoran é um "anti herói" mutilado na guerra e cujo negócio esta a beira da falência. Tudo muda quando "a mocinha" Robin Elacott é enviada por engano para trabalhar no escritório do Cormoran e ela começa a auxilia-lo nos casos.

Os mistérios são SEMPRE violentos,com uso de linguagem "pesada" e com discussões de background sobre temas polêmicos. Gosto muito dessa combinação pois passa a sensação de realidade - a história é fictícia mas poderia tranquilamente ser real!

Eu comprei esse livro em Dublin e por isso a leitura foi em inglês (tenho que dizer que ler em inglês esse livro proporcionou um envolvimento melhor na história porque me senti mais contextualizada, já que a história se passa em Londres e tal).

A história: a narrativa inicia com uma entrega inesperada no escritório do detetive particular Cormoran Strike. Um pacote, contendo uma perna decepada, foi encaminhado para a Robin. Não há remetente e o entregador estava usando capacete.
      Se não bastasse o susto, diversos questionamentos borbulham "quem" e "por que" mandariam uma perna para ela.
      A policia esta investigando, os jornais estão em cima do escritório, os clientes começam a sumir desconfiados da situação divulgada e a relação profissional entre Cormoran e Robin esta sendo testada. A vida pessoal dos personagens esta um caus.
      Para saber como a história acaba só lendo o livro ^^ hehe

O que há de melhor: A narrativa desse livro mudou um pouco em relação aos livros anteriores - e acho que foi para melhor. Na verdade acho que esse foi o melhor livro da série e, considerando que eu gostei muito de todos os livros, esse tipo de afirmação significa muito.
        A razão de considerá-lo melhor esta relacionado com o maior foco que é dado para as questões pessoais tanto do Cormoran quanto da Robin. Fala-se muito sobre o que eles viveram no passado - até porque o caso que eles investigam no livro envolve ambos - e também sobre os problemas que ambos estão vivendo na atualidade.
        Lógico que resolver o caso é extremamente importante mas foi dada a mesma importância na abordagem sobre os sentimentos e pensamentos dos personagens nas diversas circunstancias adversas que se passam ao longo da história. Isso me envolveu muito mais na história pq não era só a justiça de punir o criminoso mas também havia a vontade de que os personagens resolvessem seus problemas e fossem felizes - pq a essa altura você já se sente amigo dos personagens xD

Sobre o  caso  do livro: foi muito interessante o desenvolvimento da investigação e eu admito que fiquei diversas vezes em dúvida sobre qual seria o desfecho e como sair dos becos que a investigação acaba estagnando. A frustração dos personagens virou minha frustração hahahhaha

O trabalho do Autor (Autora) nesse livro foi sensacional! Todas as informações que eram fornecidas ao longo de quase todo o livro tornavam IMPOSSÍVEL identificar o assassino - deve ter dado um trabalho pensar em como dar informações tão... desnorteadoras.

O que não gostei: a solução do mistério ficou MUITO a la "mistérios scooby doo" - em que a Velma brotava do nada com a resolução do caso e cabou. Admito que me deixou meio frustrada.
        Como não quero mandar spoiler não vou desenvolver essa questão do desfecho do livro mas não posso deixar de fazer a crítica de que poderia ter sido melhor trabalhado o raciocínio que o Cormoran fez para chegar na solução pq, da forma que ficou, por mais que eu tenha gostado MUITO da descoberta e tudo mais ficou meio solto. Não dá para ver o que fez dar o "estalo".

Bom, é isso.

Se você não leu os livros anteriores da série mas ficou com vontade de ler esse, é possível sem prejuízo na compreensão do caso, porque os casos de cada livro são independentes, mas isso pode prejudicar a compreensão sobre alguns aspectos da vida particular do protagonista - Cormoran Strike - e a relação dele com sua parceira Robin Elacott, e que se tornam vitais para completa compreensão da história.

RECOMENDADO para aqueles que adoram um mistério policial!

Até!

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Hair: maintenance

Hello!


Se você quer ler este post em português, por favor clique aqui

First of all, I want to inform you that i will not test new brands of hair dye until the end of February because here in Brazil is in the middle of the summer and my hair always became drier in this season. 

In addition, dying my hair would be a waste of time and money because the color fade away too fast when you need to wash the hair all the time (i really go to much to the beach and pool so...) Since i explained all about my ginger plans for the summer (or none plans for it), the object of that posts and the following ones will be comments about the new products that I bought in my trip! Some of them i've already used in other moments but there are a lot of new testing and all for this year. \o/


a LOT of split ends and need to made a braid to survive xD
In that first hair-post of the year, I will talk about mine maintenance schedule since i came back from my eurotrip. Its a combination of wella and john frieda.

The products are: wella brillance (shampoo and mask) and John Frieda smooth control (shampoo / conditioner / mask wella smooth control).
Since the journey I've been trying to control my frizzy hair. I think what made it look like so bad it was all the wind (making knots in it) and the excessive use of the hairdryer, without proper care during my trip. (crying) As I had trouble finding good quality products there, I was washing the hair for 20 days with pantene (now, crying a river xD). 

Nothing against pantene people, but that brand make test in animals and just dont work with my hair. I bought it because it was the least worst option I found in supermarkets x.x Than I found a lot of john frieda and Aussie products *.* The prices were really good and there were a lot of promo like "by 3 and the cheaper one is for free" - every girl get MAD with that kind of promo! 
s2 I took the belly of misery (brasilian expression that means i was craving for good hair products).
Since then, I have been using the smooth control and have to say that my hair is another! I've used two other lines (full repair and radiant red) from John Frieda and I'm really satisfacted! In the coming months I will talk about that other products (since bought it again ^^)



First time i used John Frieda Smooth control.
John Frieda Forever Smooth: The brand recommend to control the frizz with a treatment that makes the wires healthy from the inside out. The change in wire texture and even the hair behavior in general is noticeable. Besides, the hair 's with an incredible shine! Wella Straight intensive mask: has the same proposal smooth control line and i'm using it with the shampoo and conditioner of johhn frieda. The mask is white and the consistency is really great, so you dont need a lot of product to cover all your hair. The combination is being a success and my hair is completely changed.

Wella Brilliance:




I've been using wella brilliance (shampoo and moisturizing mask) since October (interspersed with wella enrich lasting up to now) and really think my hair does not fade whit with washings - almost a miracle! Besides, I feel that the cupper collor is already vibrant even after all the washing/sun/sea water exposition. In fact, the effect of the product is clear considering that I dyed my hair two months ago, have washed it almost every day in the last 15 days, but the color is still very vibrant. \o/

less cupper but still strong color

Use of goods: I intersperse the use of products - that is - every time I wash I use a line - and I DO NOT hydrate every time I wash , but in a moment gives no effect. I try to hydrate a maximum of 2x per week. When I hydrate, I put the mask after using shampoo and conditioner before . I think I said this in another post but its okay strengthen : do not put the mask of hydration after using the conditioner because it closes the hair cuticles , making the mask does not penetrate the wires and thus not the real occurs hydration. Anyway, Thats all folks! 
See ya!



Up until!. Meanwhile, at the beach or pool , remember to protect your wires. Use leave in with sunscreen , do not stay too long with sweaty hair ( remember that sweat dries out the hair! ) And hydrate at least once a week ! Do not forget to spend sunscreen cuz no use beautiful hair and skin peeling ;)



Cabelo: manutenção

Olá!

If you want to read in english, please click here.

Primeiramente, informo que não testarei nenhuma tinta até o fim de Fevereiro porque o verão chegou e não estou afim de detonar (ainda mais) o meu cabelo com o ressecamento de tinta. Além disso, para quem vai muito a praia/piscina/exposição ao sol joga o dinheiro da tinta no lixo porque o cabelo desbota na velocidade da luz.

Esclarecida a questão ruiva, o objeto dos próximos posts são críticas em relação aos novos (e velhos) produtos que eu venho usando para manter os fios saudáveis - ou, pelo menos, com um aspecto menos destruído xD

cabelo preso mas OLHA essas pontas horrorosaaasss
Nesse primeiro post de cabelos do ano vou falar sobre a dobradinha: wella e john frieda. Eu venho intercalando a linha brillance (shampoo e máscara) com a linha  smooth control (shampoo/condicionador/máscara da wella smooth control).

Desde a viagem eu venho tentando controlar meus fios cheioos de frizz. Acabou que eu tenho a sensação que o frio e o excesso de uso do secador, sem os devidos cuidados, detonaram HORRORES meu cabelo. (todos chora)


Como tive dificuldade para encontrar produtos de boa qualidade lá, fiquei lavando o cabelo por 20 dias com pantene (todas chora pesado agora). Nada contra pantene gente, mas testa em animais e não faz bem pro meu cabelo, mas era a opção menos pior que encontrei nos supermercados x.x

Foi quando encontrei um montaaao de produtos do john frieda e da aussie por preços TÃO melhores que os que encontramos no Brasil s2 Tirei a barriga da miséria e retornei os tratamentos.

Desde então venho utilizando o smooth control e tenho que dizer que meu cabelo é outro! Já usei 2 outras linhas (full repair e radiant red) e gostei muito! Nos próximos meses devo fazer comentários dessas linhas (já que comprei de novo ^^)



A proposta do smooth control são fios mais disciplinados e menos influenciados pelo frizz a partir do tratamento do fio de dentro para fora.

É perceptível a mudança na textura do fio e mesmo do comportamento do cabelo em geral. Além de mais comportado, o cabelo tá com um brilho incrível!

A máscada da Wella Straight intensive mask tem a mesma proposta da linha smooth control e por isso to usando elas conjugadas.

A combinação esta sendo um sucesso e meu cabelo logo na primeira vez que usei mudou completamente.

Dia que usei o produto pela primeira vez (natal)
Sobre a linha brillance, já falei dessa em outro post.




Venho usando o shampoo e a máscara hidratante desde outubro (sim, intercalando com a enrich ta durando até agora) e realmente acho que meu cabelo não desbota nadinha com as lavagens, quando uso essa linha, e sinto a cor mais vibrante mesmo (pessoal tem até comentado que a cor do cabelo esta muito bonita - admito que tô até chocada com esse tipo de comentário levando em conta que estou lavando o cabelo quase todo dia por causa do calor).

Na verdade o efeito do produto é bem claro se considerar que eu pintei o cabelo há quase 2 meses, tenho lavado quase todo dia e, por mais desbotado que esteja, a cor continua bem vibrante.

foto tirada na 2ª semana de janeiro
O uso dos produtos:
eu intercalo o uso dos produtos - isto é - cada vez que eu lavo eu uso uma linha - sendo que eu NÃO hidrato toda vez que eu lavo, senão daqui a pouco não dá efeito nenhum. Eu procuro hidratar no máximo 2x por semana.

Quando eu hidrato, eu coloco a máscara após o uso de shampoo e antes do condicionador. Acho que já falei isso em outro post mas não tem problema reforçar: não coloque a máscara de hidratação após o uso do condicionador porque este fecha as cutículas do cabelo, fazendo com que a máscara não penetre nos fios e, assim, não ocorre a real hidratação.

Enfim, é isso.

Até!


Enquanto isso, na praia ou na piscina, lembre de proteger os seus fios. Use leave in com protetor solar, não fique muito tempo com cabelo suado (lembre-se que suor resseca o cabelo!) e hidrate pelo menos uma vez por semana! Não esqueça de passar filtro solar pq não adianta cabelo bonito e pele descascando ;) 

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Eurotrip: some tips before the travel

Hello!
 
Se você quer ler este post em português, por favor clique aqui. 

    Starting this year with posts about my backpack and hope it helps someone that want to plan a trip to 2016.
 
    To begin:
 
1) Forget that idea to buy round-trip ticket in the mad because if u are backpacking mean you will end your backpack in place different than arrived, meaning you will be required to spend more on transport to return to the originating airport (and is more tiring).
 
    I ended up buying round trip by Air france - direct flight Rio x Paris (2,800.00 reais/ 700 euros). What forced me to buy another a plane ticket to Munich.
 
   I discovered is that, despite being good buy ticket in advance, buy well in advance is also bad because the price ends up not being really good because you wont take it in sale.
 
2) Time of transfers: I made a ridiculous shit on purchases of my airline tickets in transfers between cities and ended up having to sleep in the airport 2x - very crap experience even!
    
    So what I recommend ALWAYS: if you give avoid going by plane because airports are often far from the city center and just you at the mercy of the operation of public transport to get there (taxi is unthinkable!)
    
     Also, choose to travel around 20h / 21h of the night because you do not lose the day in place and have time to go calmly to the airport and arrive at a reasonable hour in the destination city without any problem getting to the new hostel.
     
     I suggest this time 'cause most flights take 1h / 1h and a half, but ATTENTION with time zone and check the hours of operation of trains and subways! My experience here refers ONLY in cities that I’ve been (Paris, Munich, Prague, Dresden, Berlin London, Dublin)! 
    
Another reason I recommend this time (which may seem late) is cuz if you are a backpacker with a gigantic backpack like mine, you will need to dispatched it and some companies demand  2 hours in advance to do it.
 
    So, for a flight at 9 p.m.,  you will have to be at the airport 07 p.m. Considering, also, the travel time to the airport (usually 1h) and that you probably will need to come back to the hostel to take your backpack (30 min to go to the hostel), your day's activities should end about 17.30 - very reasonable, right?
 
3) Planning: If your idea is good use of your time and save money you NEED to plan.
   
     Do researches about the destinations and plan routes. Buy the tickets that connect one city to another in advance to get better prices and also to be able to choose the best means of transport.
 
    Book hostels near the train or subway stations. Trust me, no matter how marvelous is you backpack, you will be tired and it can hurt your shoulders/back/neck,  so you should not spend too much energy carrying it! It makes all the difference in life not having to move much from their "home" on the back.
 
       Search for the rides you want to do checking holidays, days and hours of operation and price. 
 
      And save money to buy water and doing the laundry! I forgot totally to plan that and thank god I always expect to spend more money with food that I really do so the difference cover that kind of waste that I didn’t think about before. 


#ATTETTION! There are days when some places are cheaper or for free. Students (and in some places people under 26 years) pay reduced rate! 
     In museums there is always a day that the opening hours will later - the trick is to streamline the schedule making the day "useful" longer putting this museum as last activity of the day.
 
4) Another important pre trip thing: search, buy and test your backpack. I tested my 3 times before the trip and I think it would have been nice to test more pq only with handling that we learn how to best arrange his backpack in order to facilitate the achievement of important things. Research to see the pack that best framed in my profile was intense but tb've talked about this in another post. 
 
5) Buying currency: it is something very important and can harm your backpack. This year we had a huge variation in the values ​​of currencies which required a redesign of my trip - the euro rose from 3.40 in April to 4.20 in August (when I got desperate and bought all the currency I planned to buy at once).
    Worst of all is that the currency became more expensive in the following months, which increased the price of things I had to buy with credit card.
    So, when you estimate how much you will spend in your trip, make sure that your are prepared for that kind of currency problem. In addition, there is great variation in the price of currencies depending on currency exchange. So I suggest using comparative price sites on the Internet to find the best prices.
6) Purchase tours and transfer-tickets before the trip: Another important thing (that I did wrong)  is trying to pay everything that you can before the trip starts (even if that gets  more expensive with credit card charges) because you will need to but less money and will be less susceptible to currency changes (expending less money in case the currency gets expensive).  
# Be smart: search for online tips - there are many useful sites that inform the average spending on accommodation, food and transportation.
    So guide your plans that way but be sure to confirm the websites of attractions the updated value tickets. The site I used was the quantocustaviajar.com and really enjoyed it!
7) Travel insurance: I suggest buying the insurance with the plane tickets, if you dont have those credit card insurance. If you didn’t buy it at once,  look for a good company and check if it covers what Europe immigration demand.
I bought mine insurance in the internet at Mondia. It was an European package covering the requirements for immigration in the European Union, and cost 415.00 reais (about 100 euros).
8) Finally - what to buy before: plug adapters, medicine, soft towels (unless you plan to rent towel - something I find expensive for this kind of trip), bag-money and if I remember more things I will put in other posts xD Phew! Huge post! But believe me and not miss anything this little list! Up until!


Thats all folks! See ya!

Eurotrip: dicas e preparativos PRÉ viagem

Ola!

If you want to read in english, please click here

Começando esse ano com posts sobre meu mochilão e com esperança de que ajude alguém as informações que eu der. (as vezes ficam faltando informações em outros blogs e eu tive que cavucar muito para não ter surpresas durante a viagem)

Esse primeiro post é só para falar o q vc deve fazer antes do mochilão e nos próximos vou falando sobre a viagem em si.

Para começar: 1º) esqueça essa ideia de comprar passagem de ida e volta na louca porque se vc for mochilar quer dizer que você irá terminar seu mochilão em local diferente do que chegou, ou seja, você será obrigado a gastar mais com transporte para retornar ao aeroporto de origem (além de ser mais cansativo).

Eu acabei comprando ida e volta pela air france - vôo direto Rio x Paris (2.800,00). O que me forçou a comprar logo de cara uma passagem aérea para Munique.

Uma coisa que descobri é que, apesar de ser bom comprar passagem com antecedência, comprar com muita antecedência também é ruim porque o preço acaba não sendo tão bom.

2º) Horário das transferências: eu fiz uma merda absurda nas compras das minhas passagens aéreas nas transferências entre as cidades e acabei tendo que dormir 2x em aeroporto - experiência muito bosta mesmo! 

Logo, o que eu recomendo SEMPRE: se der evite ir de avião porque os aeroportos costumam ser longe do centro da cidade e simplesmente  você fica a mercê do funcionamento do transporte público para chegar lá (taxi é impensável!) 

Além disso, escolha viajar por volta as 20h/21h da noite porque você não perde o dia no lugar e tem tempo para ir, com calma, para o aeroporto e chegar num horário razoável na cidade de destino sem que haja problema para chegar até o novo hostel. 

Eu sugiro esse horário pq a maioria dos vôos demora 1h/1h e meia, mas ATENÇÃO com fuso horário e verifique o horário de funcionamento de trens e metrôs! A minha experiência aqui refere-se APENAS nas cidades que conheci! Outra razão para eu recomendar esse horário (que pode parecer tarde) é pq se você for um mochilheiro com um mochilão sinistro como o meu, você precisará despachar seu mochilão e em alguns lugares eles pedem 2h de antecedência. 

Logo, para um vôo as 21h você tem que estar no aeroporto as 19h, Considerando ainda o tempo de deslocamento até o aeroporto (costuma ser 1h) e, se vc ainda considerar que seu mochilão provavelmente esta no hostel (30 min para ir até o hostel), suas atividades do dia devem encerrar as 17:30 - bem razoável, né? 

3º) Planejamento: se sua ideia é aproveitar bem seu tempo e economizar dinheiro você PRECISA se planejar. 

Saiba os destinos, planeje bem as rotas, compre as passagens que ligam uma cidade a outra com antecedência para pegar preços melhores e também para poder escolher o melhor meio de transporte.

Reserve os hostels perto das estações de trem ou metrô. Vai por mim, não importa que sua mochila seja boladona e não doa os seus ombros, você não precisa gastar energia com isso! Faz toda a diferença da vida não ter que de deslocar muito com sua "casa" nas costas.

Pesquise os passeios que você quer fazer verificando feriados, dias e horários de funcionamento e o preço.

#ATENÇÃO! Tem dias que certos lugares são mais baratos ou de graça. Estudantes (e em alguns lugares pessoas com menos de 26 anos) pagam tarifa reduzida!

Em museus sempre há um dia que o horário de funcionamento vai até mais tarde - a dica é dinamizar o cronograma tornando o dia "útil" mais longo colocando esse museu como ultima atividade do dia.

4º) Outra coisa importante pré viagem: pesquisar,comprar e testar sua mochila. Eu testei a minha 3 vezes antes da viagem e acho que teria sido bom testar mais pq só com o manuseio que a gente aprende como arrumar melhor a mochila de forma a facilitar a obtenção de coisas importantes.

A pesquisa para ver a mochila que melhor se enquadrava no meu perfil foi intensa tb mas já falei sobre isso em outro post.

5º) Comprando moeda: é algo muito importante e pode prejudicar seu mochilão. 

Esse ano nós tivemos uma imensa variação dos valores das moedas que exigiu uma reformulação da minha viagem - o euro passou de 3,40 em Abril para 4.09 em Agosto (quando desesperei e comprei toda a moeda q eu planejava comprar). 

O pior é que chegou a ficar bem mais caro que isso nos meses subsequentes, o que encareceu a viagem pelas coisas que eu tinha que comprar com cartão.

Logo, estimar previamente quanto irá gastar e ir comprando moeda aos poucos é uma boa ideia. 

Alem disso, há uma grande variação no preço das moedas a depender da casa de câmbio. Por isso sugiro uso de sites comparativos de preços na internet para encontrar os melhores preços.

6º) Compra de passeios antes da viagem: Outra coisa importante, que eu fiz errado, é tentar pagar tudo que der antes da viagem mesmo que isso encareça um pouquinho (por causa do iof do cartão de crédito).
Quando eu fui comprar moeda eu especulei o gasto por dia e troquei, sendo que existiam coisas que eu precisa comprar antes da viagem (mas ja tinha trocado o dinheiro - deu uma dor de cabeça isso!)

#Fique esperto: na internet existem sites muito uteis que informam o gasto médio com hospedagem, alimentação e transporte.
Logo, guie seus planos por ali mas não deixe de confirmar nos sites das atrações o valor atualizado de ingressos.
O site que eu usei foi o quantocustaviajar.com e gostei muito!

7º) O seguro viagem: Sugiro comprarem junto com as passagens se vc n tem aqueles seguros de cartão de crédito e tudo mais pq você já se livra logo dessa pendência que É exigência para imigração na Europa.
Masss se você ja comprou sua passagem sugiro pesquisar as empresas que vendem seguro viagem (porque tem várias que te deixam na mão) e a leitura das regras de cobertura do seguro viagem.
Eu comprei o meu pela internet junto a Mondial, pacote europeu que cobre as exigências para imigração nos países da União Europeia, e custou 415,00 - valor pode ser parcelado.
Existem reclamações contra essa empresa no reclameaqui.com maas, até a data que eu vi, a empresa parecia resolver todas as reclamações e me pareceu o melhor custo x benefício naquele momento.

8º) Por fim - o que comprar aqui: adaptadores de tomada, remédios, toalhas leves (a não ser q esteja disposto a alugar toalha - algo que eu acho caro para esse tipo de viagem), doleira e se eu lembrar de mais coisas eu ponho nos outros posts xD

Ufa!  Post enorme! Mas acredita em mim e não esquece de nada dessa listinha!
Até!

Eurotrip: Munich (in english) - part.2

Hello!

That post is the second part of mine trip to Munich. If you dind read the part 1, please click here. 

Third Day in Munich:
I started the day catching a tram (line 17) and going to the Nymphburg Palace - summer residence of the royal family.


Guys, what a  huge palace, gardens and  lake! Everything seem enormous in this place (actually I believe just Versalles is more beautiful and bigger xD)  The park is free so the citizen are used to going there to exercise. 
 
To visit the Museum the fare is € 8.50 regular (here did not accept the reduced without the student card!) and in includes seeing the rooms of the nobility, the collection of carriages and the the collection of porcelain items (I really liked the porcelain collection.. such a fine work!).

I really enjoyed it and it was a magical ride in time.
 
Then I went to visit the BMW Museum and found out that I know nothing about cars and other machines xD. I stayed there for 1 hour and 30 min  the entrance cost 7 euros (reduced rate).
It was a very interesting tour but, if you have a short time in Munich and do not care about cars,  I don’t recommend wasting time going there because there are other things downtown  that are more interesting and near xD  

     I returned to the center of Munich in Marienplatz, but  both Frauenkirsche as the St. Peter's Church were not open to visit. So I keep doing what I had planned, that was  visiting the Old Town Hall (Alte Rathaus). Besides being a monstrous building, there is the visit the tower for 2.50 euros which allows you to see the city of Munich from above - a must see because the view is very beautiful. The problem here was the cold. My hand freezed to take the pictures but really worth it!
    After that, I  went to the toys museum (Spielzeugmuseum) wich I only recommend to people that really likes to see old toys and have extra time in Munich. I was there about 40 minutes and cost 4 euros (expensive, right?) and have fun but I’d rather use the time (and the money) in other activity. 
     I was already barely passing of hunger but tourist wants to tour, han? And I decided to  lunch at Viktualienmarket – a famous street market – but I regret it soo much!
     Nobody speaks English there and people that were rude . I ended up eating at a German fast-food  there – the best fish and chips of my life uhauhauhauahuau  - since there people spoke english!

     Night came and I met 2 brasilian friends  who were also in Munich and had dinner again at Land haus ( it was an amazing experience AGAIN!). Than we end up at the  Marienplatz Christmas Market. We drank  hot wine (gluhwein), bought some souvenir for mom and said good bye to my friends since I’d leave in the next day and would not be able to meet them again. It was awesomee!

 
Fourth day in Munich:
     The last day in Munich was not in Munich actually because I went to a near city called Dachau. I took a S-Bahn ( line S2) near the main train station (Munich hbf) and  a bus in  Dachau  city to  Dachau Concentration camp.  To go there I bought a daily ticket for broader area of ​​Munich – Munich XXI - it cost  €8 and includes the bus.
     The Admission is free in the Concentration Camp but I wanted to take the audio guide, that cost € 2.50 (reduced fare to student). That tour changed my life and did not expect less. I stayed there for 3 hours and 30. I suggest to save half a day to that tour. 
    Not a place of revelry - so please don’t take funny pictures, respect other people feeling! In school we learn the story but  we don’t have any  idea what really rolled in those places. Every human being should be able to visit these places to rethink life, that is serious!
    Than I came back to Munich to take my backpack at the hostel and take my bus to my next stop: Prague.  
    You may be wondering why the choice of the bus ride. The truth, backpacker friend, is that traveling by train is expensive! It may be cheap but in my case the train ticket to Prague was costing about 100 euros, while the bus fare went under 30 euros, and the travel time was about the same.
    So, as a good backpacker,  I ALWAYS choose the means of transport that makes me save more and is easily accessible from the hostel.
    In Munich, the train and bus station is very close from one another, which was not important since the Wombats (the hostel I was staying) was very close to the station.

So, that's it folks! I intend to choose one or two rides that I liked in Munich to detail. Anyone out there have any interest ??
 

See ya!

Eurotrip: Munich (in english!) - part.1

Hello!

    My journey began with going to the airport . I got there with 2hours in advance and it was very good because I found out that my flight Paris x Munich was not with dispatched luggage and I had to talk to the staff of the air france at the counter to resolve the issue.
# Caution backpacker! Depending on the size of your backpack you'll have to dispatched it and in Europe the regular ticket does not come included with basement baggage . So attention at the time of purchase of low-cost plane tickets to not have to pay more money to check bags at the time . Also watch for the maximum weight of the luggage because companies have an  expensive  charge per kg exceeded!

     Backing to the history: My flight left at 06 p.m and  was direct to Paris. Usually cheaper connecting flights but I preferred a direct flight since 11 hours flight is enough for me (thank you!) .
The air france won my heart 'cause boarding service was very good, the space between the seats of the economy class was acceptable and the entertainment (series and movies during the flight ) was very good - as I could not sleep I saw a lot of movies  xD
    In order to organize the posts better, I decided to separate a city per  post (which are already huge) . 
So , despite the first day of travel to be in Paris, I decided to leave to tell what I did that first day in the post about Paris (which will be the last ) .
To get organized :
1- Munich ( this post)
2 -Prague
3- Dresden
4- Berlin
5 -London
6- Dublin
7- Paris
     Before beginning the day-to- day, I’d  like to talk about how I got to the hostel from the Munich airport .
The Munich airport is one of the best  airports that I've been during my trip. Inside the airport there is an S- Bahn station ( like a subway on the surface ) that takes you straight to the main station  in Munich (Munchen Hbf ) . The journey takes approximately 50 minutes and cost 11 euros . But that’s not only that. It was all so clean and organized.  A lot of signs shows you exactly the way you have to follow to go to the S bahn station (or whatever transport you want to take).I didn’t need to talk to anybody to know where to go – and since I don’t speak german and it was really late in the night, it was a bless!
    I stayed in a hostel called Wombats . The Wombats is a network of hostels that has branches in several European capitals such as Berlin and London , with a settlement pattern ( beds , lockers, etc. ) . I payed approx. 90 euros for 4 nights ina femmale dorm  and do not regret it because it was one of the best hostels I’ve stayed. It is located just next to the train station / metro / s- bahn / tram , besides being very close to the city center - you can walk ! Therefore , I recommend the place for backpackers! 

 
First day in Munich :
    On my first day in Munich I ended up going to Fussen , a nearby city that is famous for Neuschwanstein Castle - which inspired Walt Disney to make the castle of Cinderella !
     I ended up doing the tour of the hostel and I did not regret it. I  spent a little bitmore than if I did it by myself but it was amazing! Our guide, Adam, was really good teeling us the historys and taking us through the forest around the castle. I payd 36 eurosor the guide tour and 14.00 for the entrance in the castle.  


We went by train + bus and did a trekking through the forest with the guide. It was super exhausting but unforgettable! A beautiful panoramic view! 
   The natural beauty of the place and the magnitude of the Castle made ​​it difficult to find the super short tour inside the castle something incredible xD The tour can be booked online or purchased on time. 
    We only entered the Neuschwanstein Castle in the tour that I did because we didn’t have enough time to do both castles. 
    We arrived in Fussen 18h in the packed and the whole group was dinner at a very good restaurant suggested by the guide : Land Haus . The food was great and very good price too. (Left about 10 euros , and the portion was more than generous ) From there we close the evening at the famous brewery Hofbrahaus - 1 liter beer mug! ( 8 euros ) 

Hofbrahaus!


 
Second day in Munich :
I went with my brasilian new friend Doug (met the day before the tour to Fussen)  to the English Garten, where we saw people surfing in a river 0.0 A must seen of Munich! After a long  walk. We went to Residenz museum.
This Palace was actually inhabited by the Bavarian royal family and is a tourist attraction. I was there about 2 hours (a little bit rush, but that's life) and saw the residence and the royal treasury (combined ticket left € 9 with audioguide included)
.

Outside of the residenz there were a Christmas market and we had lunch there.  The food was delicious and with generous portions. I ate bread with steak with onions and sauerkraut with chicken and potatoes for 12 euros - slightly more expensive than necessary but very worth it!

In this moment we split and  I went to  the Egyptian Museum (Staatliche Sammlung für Ägyptische Kunst) that really chocked me in disbelieve. I think that was the most organized museum  I’ve been in all my trip (nope, I will not put a list here because there are a lot of them!)  and that makes my visiting be the most interesting.  The Audio guide makes all the difference in visitation and is included in the 7 euros entrance. I was there for three hours and it was wonderful. 


Obviously, after that maratone,  I was tired and starving.  I dined at a Chinese restaurant on the way to the hostel (have to say that I didn’t expect that bunch of  Asian restaurants in town!). Awesome food!
 
To keep reading about Munich click here. 

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Eurotrip: Munique

Olá!

If you want to read this post in English click here, to part 1, and here, to part 2

Minha viagem começou com a ida pro aeroporto. Cheguei lá com 2horas de antecedência e isso foi mt bom pq eu descobri que o meu vôo Paris x Munique não estava com bagagem de porão e eu precisei falar com o pessoal da air france no balcão para resolver o problema.

# Atenção mochileiro! Dependendo das dimensões da sua mochila você terá que despachar ela e na europa a regra é não vir com bagagem de porão inclusa. Logo, atenção na hora da compra de passagens de avião low cost para não ter que pagar uma grana para despachar a bagagem na hora.
Atenção também para o peso máximo da bagagem porque as empresas cobram caro por kg ultrapassado!

(fofocas a parte: eu dei uma sorte absurda que tanto meu vôo para europa quanto meu vôo para munique eram no mesmo dia e com a mesma companhia aerea - air france - e eles conseguirsm atrelar meu vôo para Munique como se Paris fosse apenas uma conexão minha, cobrindo por issoa bagagem de porão nos dois trajetos. Ufaaa! Foi um sustão!)

Voltando: Meu vôo saiu as 18h e foi direto para Paris. Costuma ser mais barato vôos com conexões mas eu preferi um vôo direto pq 11h já é bem cansativo.

A air france ganhou meu coração pq o atendimento de bordo foi muito bom,o espaço entre as poltronas da classe econômica era aceitável e o entretenimento (series e filmes durante o vôo) foi muito bom - como não consegui dormir vi um monte de filmed xD

Para organizar melhor os posts eu resolvi separar por cidade os posts (que já serão enormes). Então, apesar do primeiro dia de viagem ser em Paris, eu resolvi deixar para contar o que eu fiz nesse primeiro dia no post sobre Paris (que será o ultimo). 

Para ir organizando:
1- Munique (este post)
2-Praga
3-Dresden
4-Berlin
5-Londres
6-Dublin
7-Paris

Antes de começar o dia-a-dia gostaria de falar de como cheguei no hostel a partir do aeroporto. 
O aeroporto de Munique é um dos melhores que estive. Dentro do aeroporto existe uma estação de S-Bahn (tipo um metrô na superfície) que te leva direto para a estação principal de Munique (Munchen Hbf). O trajeto demora aproximadamente 50 min e custou 11 euros. 

O hostel que fiquei hospedada é o Wombats. O Wombats é uma rede de hostels que tem filiais em diversas capitais europeias como Berlim e Londres, contando com um padrão de estabelecimento (camas, lockers, etc). Eu arquei com aprox. 90 euros com hospedagem por 4 noites e não me arrependo porque foi um dos melhores hostels que me hospedei. Ele é localizado do lado da estação de trem/metrô/s-bahn/tram, além de ficar muito perto do centro da cidade - dá para ir a pé! Portanto, recomendo o lugar para os mochileiros ^^ 

Primeiro dia em Munique:

No meu primeiro dia em Munique acabei indo para Fussen, uma cidade próxima que é famosa pelo castelo Neuschwanstein - o que inspirou o Walt Disney a fazer o castelo da cinderela!






Acabei fazendo o tour do hostel com um pessoal que fiz amizade e não me arrependo. Cabei gastando menos do que eu previa e me diverti muito. 

Nós fomos de trem + ônibus e subimos a pé por uma trilha pela floresta com o guia. Foi super cansativo mas inesquecível! 

A beleza natural do lugar e a magnitude do Castelo tornaram difícil achar o tour super curto dentro do castelo algo super incrível xD O tour pode ser reservado online ou comprado na hora. O ticket comum custa 14 reais ou combinado com o outro Castelo de Fussen sai a 23,50. Nesse tour que eu fiz nós só entramos no castelo de Neuschwanstein.

Chegamos de fussen as 18h, nos arrumamos, e todo o grupo foi jantar em um restaurante muito bom sugerido pelo guia: Land Haus. A comida era ótima e o preço muito bom também.(saiu uns 10 euros, sendo que a porção era mais do que generosa)

De lá fomos fechar a noite na famosa cervejaria Hofbrahaus - caneca de 1 litro de cerveja! (8 euros)






eu, Kristen, Meike,Polline e Doug



Segundo dia em Munique:




Parti com meu amigo brazuca Doug (conheci no dia anterior no tour para fussen) para o English Garten e depois de uma volta boa por aquela área fomos pro Residenz museum.








Esse Palácio foi realmente habitado pela família real bávara e é um passeio imperdível. Fiquei lá umas 2h (poucooo mas é a vida) e vi a residencia e o tesouro real (ingresso combinado saiu 9€ com audioguide incluído).






Na saída o almoço foi no mercado de natal que estava acontecendo ali no patio do residenz. Eu comi muitooo bem (pão com bife acebolado e chucrute com franço e batatas) por 12 euros - um pouco mais caro do que o necessário mas valeu muito a pena.









Ali perto visitei o Museu Egipcio ( Staatliche Sammlung für Ägyptische Kunst) que me deixou de boca aberta. Audio guide faz toda a diferença na visitação e esta incluído nos 7 euros da entrada. Fiquei lá por 3 horas e foi maravilhoso. [ Detalhe: Para mim esse foi o melhor museu que eu fui - quesitos: organização, disposição do acervo e acessibilidade ] 


Por óbvio que a noite eu tava morrendo de sonoe por isso jantei em um restaurante chinês no caminho pro hostel (tem vaaarios restaurantes asiáticos na cidade). Comida boa demais!

Terceiro Dia em Munique:

Comecei o dia pegando um tram (linha 17) e indo para o Palácio Nymphburg - residência de verão da familia real. 


Gentee que palácio enorme, jardins e lago lindos! 

O parque é aberto então a população faz caminhadas lá. Para visitar o Museu a tarifa é de 8,50€ regular (aqui não aceitaram a reduzida sem a carteirinha de estudante) e dá direito a conhecer os quartos da nobreza, a coleção de carruagens e o a coleção de artigos de porcelana. 



Eu gostei muito de tudo e foi um passeio mágico no tempo.
Depois fui visitar o Museu da Bmw e descobri que não sei nada sobre carros e sobre as grandes montadoras xD muito interessante. Eu fiquei 1h e 30 min lá e custou 7 euros (tarifa reduzida). Contudo, se vc tiver pouco tempo em Munique e não liga para carros não sei se compensa ir lá só para isso porque demora um tempo de metrô até lá e tempo é algo precioso.



Voltei para o centro de Munique e conheci a Marienplatz, tanto a Frauenkirsche quanto a igreja de St. Peter não estavam com as torres abertad para a visitação mas eu fui na torre da velha prefeitura (alte rathaus). Além de ser um prédio monstruoso, há a visitação a torre por 2,50 euros que permite ver a cidade de munique do alto - imperdível pq é mt lindo. Contudo fiquei pouco lá pq tava um frio sinistro lá emcima e não aguentei mesmo.

Dali fui pro museu dos brinquedos - que eu só recomendo para quem gosta de ver brinquedos antigos e tem tempo. Fiquei uns 40 min lá e custou 4 euros (caro, ne?)

Ja estava passando mal de fome mas turista quer turistar ne? E resolvi q o almoço não ia deixar de ser um passeio então escolhi comer o Viktualienmarket - que arrependimento. Ninguém fala inglês ali e as pessoas nesse llugar foram rudes no atendimento. Acabei comendo numa rede de fast food alemã que tinha lá (e que colocava uma legenda em inglês que falava o q vinha) batata frita com peixe empanado frito. Muito gostoso!

A noite chegou e encontrei com meus amigos brasileiros que também estavam em Munique e jantamos no Land haus (eu queris provar um outro prato de la...delicioso tb) e as meninas que conheci no hostel animaram de irmos depois no.mercado de Natal da marienplatz. Tomamos vinho, comprei lembrancinha para mamãe e conversamos a beça.

em frente a antiga prefeitura (mercado de natal ja havia acabado)



Quarto dia em Munique:


O último dia em Munique foi simples. Peguei um sbahn - linha s2- e fui conhecer o campo de concentração de Dachau (ticket diário para area mais abrangente de Munique - 8€).

A entrada é gratuita mas eu quis pegar o áudio guide (2,50€ tarifa reduzida). Acho que esse passeio mudou minha vida e não esperava menos. Se for a Munique reserve meio dia para Dachau. Eu fiquei 3h e 30 lá. 



Não é um local de folia - então por favor nada de zueira e fotos cheias de alegria - muita gente sofreu muito ali! A gente aprende a  história mas não tem noção do que realmente rolou nesses lugares até ir lá. Todo ser humano deveria poder visitar esses lugares para repensar a vida, sério mesmo!

E esse inicio de viagem acabou com a minha ida para a rodoviária de Munique para pegar um busão para Praga.

Você pode estar pensando o porquê da escolha do trajeto de ônibus. A verdade, amigo mochileiro, é que viajar de trem é caro! Pode ser barato mas no meu caso a passagem de trem para Praga estava custando aproximadamente 100 euros, enquanto a passagem de ônibus saiu menos de 30 euros, sendo que o tempo de viagem era praticamente o mesmo. 

Logo, como um bom mochileiro, SEMPRE escolha o meio de transporte que te faça economizar mais e que seja de fácil acesso do hostel. 

Em Munique a estação de trem e de ônibus é muito próxima, uma da outra, o que nem foi importante já que o Wombats (o hostel que eu fiquei hospedada) era muito próxima a estação. 

Então é isso pessoal! Pretendo escolher um ou dois passeios que eu mais gostei em Munique para detalhar. Alguém aí tem algum interesse?? 

Até!